16 de janeiro de 2012

Balança

Quanto movimento e quanta sinfonia desmedida, tão propositada que os meus olhos ouvem e os meus ouvidos assistem, essa tanta alegria causa efeito de outras medidas, nos questiona se é melhor assim do que viver em perfeita harmonia.